Apresentação do projecto

A Algarteca é uma iniciativa da Tertúlia Algarvia, financiada pelo programa PRODER - Acção n.º 3.2.1. - Conservação e Valorização do Património Rural -, que visa preservar a gastronomia da região e partilhá-la com o maior número de pessoas possível, contribuindo, assim, para a promoção da sustentabilidade territorial do interior do Algarve Central.

Este projecto é inspirado na publicação ‘Festa da Gastronomia e das Receitas Típicas das Aldeias do Algarve’, editada em 2005 pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve.

A partir dele, o Chefe Luís Parreira desenvolve, em 2012, um trabalho de recolha e ensaios de receitas, junto das populações de Cachopo, Estoi e Querença. Dessa inventariação, selecciona os quatro pratos que melhor representam a gastronomia de cada uma destas aldeias.

Dois anos depois, é a vez de as localidades de Paderne, São Bartolomeu de Messines e São Brás de Alportel serem alvo de uma pesquisa idêntica por parte do Chefe Frederico Lopes, convidado a ser um dos rostos do segundo capítulo da Algarteca juntamente com Alexandra Caetano e João Santana.

Estes quatro profissionais de cozinha levam-no a conhecer os sabores mais genuínos do interior algarvio, demonstrando, ao mesmo tempo, como cada um de nós pode confeccionar estes pratos em casa.

Ao todo, além de 24 vídeos de receitas, esta plataforma contempla registos sobre os outros motivos de interesse de cada uma destas 6 localidades, que convidamos a descobrir.


Palheiros de xisto típicos de Cachopo (Mealha)

Palheiros de xisto típicos de Cachopo (Mealha)

Villa Romana de Milreu (Estoi)

Villa Romana de Milreu (Estoi)

Igreja de Nossa Sª da Assunção (Querença)

Igreja de Nossa Sª da Assunção (Querença)

Apresentação do projecto
Apresentação do projecto