Paderne

Paderne
Clique para ver o vídeo sobre esta aldeia

Clique para ver o vídeo sobre esta aldeia

Conquistada em 1189 por D. Sancho I, o cariz cristão de Paderne vigorou pouco tempo, já que, três anos mais tarde, um célebre califa almóada a reconquistou para o poder árabe. Esta aldeia só voltou a ser cristã em 1248 com a conquista aos mouros do Castelo de Paderne, um dos que figuram na Bandeira de Portugal.

A par desse, há outros monumentos a merecer uma visita, tais como a Azenha, a Ponte do Castelo, a Igreja Matriz e as Ermidas de Nossa Senhora do Pé da Cruz e de Nossa Senhora da Assunção.

Além de um património cultural rico, Paderne é conhecida igualmente pelas suas gentes dinâmicas e com espírito de iniciativa.


Um dos testemunhos dessa característica é a Casa Museu do Acordeão, que inclui cerca de 1500 peças, desde acordeões, fotografias, troféus, concertinas, entre outras.

Esta freguesia dispõe também de uma área natural convidativa a passeios pedestres, durante os quais é possível observar diferentes aves e vegetação junto à ribeira de Quarteira e à Fonte de Paderne.

A agricultura é a principal actividade desta localidade do concelho de Albufeira, daí que na sua gastronomia predominem sabores mais ligados à terra, como pode constatar nas páginas onde são revelados os segredos de algumas das suas mais emblemáticas receitas: azeitonas com molho e presunto, sopa de favas verdes, cabidela e queijo de figo.